Terça-feira
24 de Novembro de 2020 - 

Notícias

Newsletter

Cadastre seu email, para receber informativos períodicos.

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
30ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campinas,...

Máx
30ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Campinas,...

Máx
31ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Hoje - São Paulo, SP

Máx
26ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - São Paul...

Máx
27ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - São Paul...

Máx
29ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Hoje - Rio Claro, SP

Máx
30ºC
Min
15ºC
Poss. de Panc. de Ch

Quarta-feira - Rio Claro...

Máx
29ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Rio Claro...

Máx
30ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,38 5,38
EURO 6,36 6,36

Prevenir para não remediar: Tribunal participa do Novembro Azul

Campanha de prevenção ao câncer de próstata. Uma doença de evolução silenciosa, que afeta, em sua maioria, homens com mais de 65 anos. Assim é o câncer de próstata, segundo mais comum no universo masculino. Se detectado precocemente, as chances de cura são de 90%. Muitos, no entanto, perdem essa batalha devido ao preconceito. Daí a importância do movimento Novembro Azul, campanha que nasceu na Austrália, em 2003, e ganhou o mundo pela necessidade de conscientizar a população sobre o tema. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a doença atinge cerca de 65 mil brasileiros por ano e, em 2018, matou mais de 15 mil. É considerado um câncer da terceira idade, já que 75% dos casos mundiais ocorrem nessa fase. Muitos fatores elevam a preocupação em torno do câncer de próstata, entre eles o preconceito por parte dos pacientes e a evolução silenciosa da doença. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, mais de 70% dos homens deixam de realizar exames capazes de diagnosticar o câncer nas fases iniciais por medo da perda da masculinidade. "O tabu está mais relacionado com o exame de toque retal do que com a doença em si. Ainda nos dias atuais, muitos homens se recusam a realizá-lo, ficando expostos ao desconhecimento da doença por  puro preconceito. Para a doença do preconceito, a cura é a informação. Quanto mais informação, mais consciência", destaca o secretário de Gestão de Pessoas do TJSP, Pedro Cristovão Pinto. Para informar e conscientizar magistrados e servidores e incentivar a ida ao médico, a Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) realizou algumas ações. Uma delas foi o projeto "SGP Antenada em Você", que pulgou por e-mail, a todos os servidores, um panorama do câncer de próstata no Brasil, a lista de possíveis fatores de risco, as ações de prevenção e os locais de atendimento gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). "Promover o Novembro Azul significa chamar a atenção do público masculino para a importância da detecção, diagnóstico e tratamento precoces do câncer de próstata e outras doenças masculinas. Desde 2010, com o programa Saúde do Homem e, desde 2014, com o Novembro Azul, o Tribunal de Justiça, por meio da área da Saúde da SGP, tem realizado palestras direcionadas ao público interno e proferidas por médicos especialistas. Muitas delas estão disponíveis na página da Escola Judicial dos Servidores", explica Cristovão. "Embora não conte com médico da especialidade Urologia, o Tribunal tem uma equipe de clínicos gerais preparados para orientação e encaminhamento dos servidores", ressalta. Neste ano, também foi promovida uma campanha nas redes sociais do TJSP. A tradicional palestra de alerta à saúde masculina ganhou formato on-line (foto) e pôde chegar aos servidores pelo aplicativo Teams. Em parceria com a Coordenadoria de Apoio aos Servidores (Caps), a live "Cuidar da saúde também é coisa de homem", com a médica Cibele Fabichak, debateu temas como masculinidade, virilidade, sexualidade, doenças prevalentes e dicas para uma vida mais saudável.   Sintomas e diagnóstico Em fase inicial, o câncer de próstata tem evolução silenciosa. Estima-se que, quando os sinais começam a aparecer, 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Por isso, é necessário ficar atento à dificuldade ou vontade excessiva de urinar, sensação de bexiga cheia ou sangue na urina. No estágio avançado, os sintomas incluem dor óssea e insuficiência renal. Por isso, é importante que os homens prestem atenção aos sintomas e em sua persistência. Entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença estão a idade, o histórico familiar e a obesidade. Homens a partir dos 50 anos (em casos de pacientes com histórico de câncer de próstata na família, 45 anos) devem realizar, anualmente, exames preventivos à doença. Dois deles podem auxiliar no diagnóstico do câncer de próstata: dosagem de PSA, exame de sangue que detecta a quantidade da enzima no sangue (em pacientes com câncer de próstata, os níveis de PSA tendem a aumentar), e exame de toque retal, que permite que o médico apalpe a próstata em busca de nódulos ou tecidos enrijecidos, indicativos da doença.  Em caso de alterações em qualquer um deles, serão realizados exames complementares, porém a biópsia é o único procedimento capaz de confirmar o câncer e é feita a partir da retirada de amostras de tecido da glândula para análise. N.R.: texto originalmente publicado no DJE de 18/11/20.   imprensatj@tjsp.jus.br Siga o TJSP nas redes sociais: www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial 
19/11/2020 (00:00)

Contate-nos

Sede

Rua Cinco nº  3190
-  Jardim Portugal
 -  Rio Claro / SP
-  CEP: 13504-114
+55 (19) 3023-4161+55 (19) 982827143+55 (11) 959688234
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  859793