Segunda-feira
22 de Julho de 2019 - 

Notícias

Newsletter

Cadastre seu email, para receber informativos períodicos.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,74 3,74
EURO 4,20 4,20

TJSP firma contrato com empresa responsável pelo arquivo

Redução de despesas é um dos benefícios.           O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, assinou, na sexta-feira (12), contrato com a empresa Iron Mountain Brasil, responsável pelo Arquivo Geral da Corte paulista, para aperfeiçoamento dos serviços de guarda e armazenamento de processos. Estavam presentes o vice-presidente do TJSP, desembargador Artur Marques da Silva Filho, que coordena a Comissão Gestora de Arquivo, Memória e Gestão Documental, e o presidente da Seção de Direito Criminal, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia, que também a integra.         Um dos objetivos do contrato é a catalogação de 210 mil autos por mês, gerando a eliminação segura e progressiva de milhões de processos físicos em cinco anos. São tipos de ações que não exigem guarda permanente e com a temporalidade vencida. Além disso, busca-se a unificação das operações de arquivo, com a transferência de todo o acervo localizado hoje no Complexo do Ipiranga para o espaço da empresa, em Jundiaí (cerca de nove milhões de processos).         “O contrato busca aperfeiçoar o procedimento de localização e armazenamento de autos. Além disso, haverá economia de recursos e ganharemos agilidade na eliminação de autos que não precisam ser preservados”, afirmou o presidente Pereira Calças. Ele também lembrou que a lei impõe aos gestores do Tribunal a observância ao interesse público e às empresas, à sua responsabilidade social. “Compartilhamos deste escopo em comum”, disse.         O vice-presidente Artur Marques falou sobre a importância da contratação diante da dificuldade de gerenciamento do grande volume de processos e da preocupação com os documentos de guarda permanente. De acordo com as normas existentes, documentos públicos datados até 1940 devem ser mantidos em arquivo, nunca descartados. “Na linha da premissa de economicidade, faz-se urgente a busca de soluções alternativas para redução do impacto financeiro de todos os encargos”, disse o vice-presidente, ressaltando que, para além da redução de gastos, o trabalho tem por objetivo a preservação da memória da Corte paulista.         A presidente da Iron Mountain Brasil, Raquel Trindade, também falou sobre o serviço oferecido. “Trata-se de um trabalho extremamente colaborativo, em busca de excelência e otimização da guarda e conservação de processos”, disse.         Além da presidente da Iron Mountain Brasil, Raquel Trindade, estavam presentes a diretora comercial, Roseli de Fatima Domingues; o gerente de Contas Especiais, Marcos Paulo Justino; o diretor de Operações, Paulo Sérgio Vaz de Lima; a diretora de Tecnologia da Informação, Andrea Capecci; e o diretor comercial associado, Fabio Pereira Santos Filho. Também participaram os juízes assessores da Presidência Renato Hasegawa Lousano, Ana Rita de Figueiredo Nery (Tecnologia, Gestão e Contratos) e Ricardo Dal Pizzol (Assuntos Jurisdicionais); a secretária de Primeira Instância, Simone Bento; o secretário da Secretaria de Administração e Abastecimento, Ariovaldo Tedeschi; os servidores Luiz Carlos Garcia Cardoso, Rodnei Pinto Fernandes, Ana Lucia da Costa Negreiros, Elcio Pereira e Clovis Ribeiro da Cruz e Luciana Pires.                    imprensatj@tjsp.jus.br
15/04/2019 (00:00)

Contate-nos

Sede

Rua Cinco nº  3190
-  Jardim Portugal
 -  Rio Claro / SP
-  CEP: 13504-114
+55 (19) 3023-4161+55 (19) 982827143+55 (11) 959688234
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  377499