Segunda-feira
06 de Julho de 2020 - 

Notícias

Newsletter

Cadastre seu email, para receber informativos períodicos.

Previsão do tempo

Hoje - Campinas, SP

Máx
28ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Terça-feira - Campinas,...

Máx
28ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Campinas,...

Máx
27ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Hoje - São Paulo, SP

Máx
25ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - São Paul...

Máx
26ºC
Min
15ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - São Paul...

Máx
26ºC
Min
16ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio Claro, SP

Máx
28ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Terça-feira - Rio Claro...

Máx
27ºC
Min
12ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio Claro...

Máx
27ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,34 5,34
EURO 6,00 6,00

Município de Araras deve cumprir decreto estadual sobre flexibilização da quarentena

Atividades não essenciais devem ser suspensas.   A 2ª Vara Cível de Araras determinou, na sexta-feira (29), que o Município cumpra tanto o decreto estadual que trata da pandemia da Covid-19 como todas as disposições emanadas pelas autoridades sanitárias do Governo do Estado de São Paulo, suspendendo as atividades de estabelecimentos privados de serviços e atividades não essenciais que não estejam previstas na segunda fase do Plano SP. Na decisão, o juiz Matheus Romero Martins também estabeleceu que a Prefeitura oriente a população, fiscalize, execute e cumpra as determinações legais no tocante à vigilância epidemiológica, sob pena de multa diária de R$ 50 mil. O Decreto Estadual nº 64.994/20 instituiu, pelo Plano SP, o retorno gradual da economia dos municípios paulistas, considerando em âmbito regional as condições de propagação da doença e a capacidade hospitalar. Nos termos dessa normativa, a cidade de Araras pertence ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Piracicaba, com classificação "laranja" (fase 2), pertinente às fases de retomada da economia. No entanto, o Município de Araras editou o Decreto nº 6.690/20, estabelecendo a reabertura da economia local de forma mais abrangente a partir de hoje (1º), contrariando o regulamento estadual. O magistrado aceitou pedido do Ministério Público e considerou que o decreto municipal é inconstitucional, uma vez que extrapola o decreto estadual, colocando em risco a eficácia do planejamento de retomada econômica de São Paulo. “As diretrizes traçadas pelo Governo Estadual devem ser observadas pelos municípios, cabendo a estes apenas disciplinar as peculiaridades do sistema local de saúde, sem frustrar o objetivo traçado e concatenado pelo Estado”, afirmou. O juiz também destacou na decisão que as medidas impostas pelo Município, além de frustrar o plano Estadual, poderiam afetar a administração dos leitos de UTI espalhados por todo o Estado: “Isso porque o aumento da propagação da Covid-19 causada por uma abertura ampla do comércio poderá consumir rapidamente os dez leitos de UTI disponíveis no município, induzindo à transferência dos ararenses para outras unidades de terapia intensiva, situadas em municípios da região”. Cabe recurso da decisão.   Processo nº 1002498-40.2020.8.26.0038   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais:  www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial
01/06/2020 (00:00)

Contate-nos

Sede

Rua Cinco nº  3190
-  Jardim Portugal
 -  Rio Claro / SP
-  CEP: 13504-114
+55 (19) 3023-4161+55 (19) 982827143+55 (11) 959688234
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  731386